O que te acompanha nas refeições?

20:03



Josi, acho que o título está errado! Deveria ser: Quem te acompanha nas refeições?

Não, você não leu errado! No texto de hoje vamos falar sobre o celular ou outros aparelhos que podem substituí-lo, como televisão, tablete, notebook ou vídeo game.

Mas, o que esses aparelhos têm a ver com a refeição?

TUDO!!!

É importante sentir o gosto dos alimentos e estar presente nas refeições. A refeição exige muita atenção e presença de uma pessoa (por mais que você não enxergue isso) e o celular exige, igualmente ou até mais, o mesmo nível de atenção e presença.

Quem nunca mandou uma mensagem e ficou ansioso e impaciente esperando a resposta? Publicou um post ou foto e ficou aguardando as curtidas e comentários? Esperançoso por uma ligação? Sem sobra de dúvidas nutrimos uma relação quase que existencial com o celular. O levamos para todos os lugares e o consultamos em todos os momentos em que temos oportunidade.

Juntar refeição e celular é uma combinação indigesta, pois como a comida vai competir por atenção com um objeto que sai voz, música, tira foto, mostra fotos de outras pessoas, nos aproxima de pessoas que gostamos (e aquela que não gostaaaamos tanto assim) e é um fofoqueiro (Ops! informante simultâneo da vida alheia)? 


Não sei se eu como ou tiro foto!
Brincadeiras à parte, o celular possui diversos recursos de multimídia que praticamente nos sequestram do momento presente nos levando para o mundo virtual e no momento da refeição isso se torna prejudicial, porque tornamos o ato de comer algo mecânico, apenas um levantar de garfo até a boca contendo alguma coisa que um dia chamamos de comida.

O resultado é terminar todo o conteúdo do prato sem saber se estamos satisfeitos, sem saber o gosto do alimento e ainda sair com a sensação de "já acabou" quando a última garfada é colocada na boca e próxima dirigida à boca vem sem nada. Além, de não sentirmos prazer ao comer, acabamos comendo mais do que necessitamos, pois estamos desconectados do nosso sinal de saciedade que é controlado pelo cérebro. 

Quantas vezes você saiu do almoço, jantar ou lanche com essa sensação?

Se inúmeras vezes sugiro que repense o grau de importância que você está dando para sua alimentação e saúde. E comece a deixar o celular de lado em alguns momentos que necessitamos de atenção e presença.

Estar presente na sua própria refeição é apenas o primeiro passo para estar presente na reunião do trabalho, na aula, no namoro, casamento, encontros com os amigos, enfim, estar presente na vida!



  • Share:

You Might Also Like

2 comentários

  1. Eu almoço assistindo séries, e na maioria das vezes como metade do que está no prato porque já esfriou, ou porque eu "não queria mais", sendo que passa algum tempo e eu estou quase comendo as raspas de tinta da parede.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Linny! Isso acontece porque você está com sua atenção voltada para o seriado, assim a comida fica em segundo plano. Como mencionei no texto, comer realizando outras tarefas faz que você não preste atenção ao sinal de saciedade emitido pelo cérebro. Se vc me permite, sugiro que tente almoçar e ver séries em momentos diferentes, assim terá melhor proveito das duas ações.
    Abraço!

    ResponderExcluir